sexta-feira, 24 de abril de 2009

Notas mentais

Preciso ser mais suave com as palavras, pra que elas não cortem tão fundo a ponto de fazer sangrar. Porque nem todas as verdades precisam ser ditas por completo, algumas devem ficar sempre subentendidas. E quando as pessoas perguntam, elas querem ouvir o que precisam ouvir; e nem sempre será a verdade. Preciso aprender a ficar calada, já diz o velho ditado, a palavra é de prata, mas o silêncio é de ouro. E calar não é só consentir, calar é permitir... permitir que os outros vivam seus pequenos grandes momentos, sem o balde de água fria que traz de volta à realidade, que faz parar pra pensar. Calar é deixar que o outro descubra por si só o caminho das pedras, por mais que você já tenha ido e voltado várias vezes, e saiba que no começo as pedras machucarão seus pés, pra depois entender que isso serviu pra lhe dar os calos que hoje lhe impedem de sentir novamente todas as dores. Preciso mesmo. E preciso, mais que qualquer coisa, arranjar assunto pra escrever, pra ninguém pensar que isso aqui é um blog de autoajuda.

2 comentários:

Sarai disse...

eu acrescentaria que o saber o momento de calar é ouro.
eu tinha o flog que quando eu não sabia o que escrever,escrevia sobre a minha falta de assunto,aí o assunto aparecia hauhua
;*

Sarai disse...

ps. eu queria escrever assim como vc,ser curta e direta.saber dizer muitas coisas em um parágrafo,mas a prolixidade está intrínseco em mim haha
;*