sábado, 22 de março de 2008

Sábado de Aleluia

Meu Caro,

Hoje desisti de lutar por sua causa. Você sempre me avisou que não prestava, mas achei que de tão sozinho, você tinha desaprendido a se relacionar com as pessoas, e por isso fosse tão frio, tão distante, tão insensível.

Juro que tive boa vontade e a melhor das intenções. Realmente esperava que isso fosse percebido, mas se você não se deu nem o respeito, nem o valor (que parece que só eu via em você), como é que poderia entender um sentimento tão nobre?

Você diz que sua vida é complicada demais, mas se contenta em apenas lamentar, sem tomar nenhuma atitude pra mudar nada. Eu sei que mudar é difícil, e às vezes nem depende só de nós, mas tentar já é um bom começo. E você nem tenta.

Minhas palavras nunca lhe serviram, meu silêncio muito menos. É burrice se esforçar em vão, e eu não saberia conviver por muito mais tempo com essa sua apatia sem oferecer ajuda, portanto, vou simplesmente me livrar de você.

Desculpe, Judas, mas hoje eu vou lhe queimar. E sabe do que mais? Nem quero ler seu testamento. Simplesmente não vou mais perder tempo com você.

2 comentários:

andressa_lilian572 disse...

Eu sabia que um dia isso iria acontecer... Só tinha medo que demorasse muito, mas pelo visto não há mais nada a temer, né ? Parábens, honey, você conseguiu !

Leila disse...

Feliz, feliz...muito feliz eu estou!!