sábado, 15 de novembro de 2008

Seu problema é você

Você está aí porque quer. As coisas não nos acontecem, simplesmente. Nós é que fazemos com que as coisas nos aconteçam. Claro que às vezes isso é inconsciente, mas se você for analisar direitinho, absolutamente nada lhe aconteceu por acaso. Seus amigos são pessoas que você cativou, seus inimigos são pessoas que não conseguem lhe admirar, ou pessoas a quem você magoou, fez mal ou ofendeu algum dia. Aquela história de só colher o que se planta só se tornou clichê porque cansou de se repetir.
Você não precisa ser muito inteligente pra perceber isso. Precisa só prestar atenção. Portanto, preste atenção no que eu vou falar, porque não sei se terei paciência de dizer novamente:
Pare de bancar a vítima. Nesse caso não adianta ficar parado, como se estivesse esperando que lhe ajudem. Você não quer ajuda. O que você quer é outra coisa. É fazer a sua própria realidade, é fazer o mundo do jeito que lhe é conveniente.
Seu problema é só você. Seu problema é não saber escolher as coisas. Você não sabe escolher o que vestir, nem com quem se relacionar. Também não sabe escolher o que dizer a quem se preocupa com você, aí usa poucas palavras. Poucas e erradas. Você nunca pensou em melhorar, nunca tentou procurar o seu próprio valor. Então, fez o que era mais fácil, escolheu viver cheio de coisas e pessoas de muito menos valor. Assim você é sempre o melhor. Não é o certo, mas faz sentido. Pra quem quer pouco da vida.

Isto não foi escrito para você que está lendo agora... mas não deixe que isso lhe aconteça também. Queira sempre o melhor. Mesmo que esteja longe, que seja difícil. Não se deixe misturar com gente que não vale a pena. Não seja como quem anda com gente mais feia só pra se destacar como se fosse bonito. Um dia vão perceber a sua estratégia. E vão escrever sobre isso num blog qualquer.

Para ler ouvindo:
Paulinho Moska - A seta e o alvo

2 comentários:

Blogueiro disse...

Agora o Pasteis de Vento esta na REDEBLOGO.

Murillo Oliveira disse...

Tia vc passou muito tempo sem escrever, juro que entro quase todo dia, pq adoro ler o que vc escreve.

Tio Lillo
www.tiolillo.blogspot.com