quarta-feira, 9 de abril de 2008

"Aos amigos, tudo..."

Eu tenho poucos amigos, e desculpem pela arrogância, mas acho que nem preciso de mais. Meus amigos são meus irmãos, companheiros, fiéis escudeiros. Gente que se faz presente em todas as horas, gente em que posso confiar.

Eles me ouvem sempre, mesmo que eu esteja falando bobagem; me aconselham sabiamente, mesmo tendo a certeza de que eu vou fazer exatamente o contrário; e toda vez que eu faço besteira eles me xingam, mas me ajudam a consertar tudo, ou a deixar pra lá e recomeçar.

São pessoas que abraçam minhas causas, e sempre colaboram, mesmo que não seja adequado ou correto. Colaboram simplesmente porque é o que vai me fazer feliz naquele momento. Eles sabem que algumas coisas não podem ou não devem ser ditas, e compreendem. E confiam. São mesmo pessoas incríveis.

Meus amigos são heróis só de me aguentar, porque, convenhamos, eu não sou uma boa pessoa. Mas eles aguentam sinceramente. E se preocupam, e me enchem de broncas (é, eu preciso quase sempre), mas me entendem, me apóiam, me dão suporte, não desistem de mim. Preciosos, eles.

E por terem tanto valor, faço questão de mantê-los muito bem guardados e protegidos.

Amigos, obrigada por absolutamente tudo.

Amo vocês.

Fui clara?

3 comentários:

Leila disse...

Claríssima... :)
Vc já parou p/ pensar q nós somos isso td p/ vc pq vc tbm é isso td p/ nós?!
Não? Então pára e pensa pq é verdade...
Bjo grande!!

andressa_lilian572 disse...

Suuuper claro, meu ! Obrigadíssima pela parte que nos toca, hein, gata ? Precisando, tamos aí diuturnamente :)

Danniel Melo disse...

Coisa linda de DanDan!!!!!
Xero xuxuuuuu!!!!
;-)