terça-feira, 14 de outubro de 2008

Insônia

Dormir é quase sempre complicado. A combinação sono+cama não é o suficiente. Existe a ansiedade, que não é pouca. E a hiperatividade, que de vez em quando resolve aparecer. E o calor? Mesmo que só você sinta esse calor, um banho gelado deve resolver. Pena que banho gelado desperta, a água tem que estar morna, como o médico já recomendou... dilata os vasos, e você relaxa. Você, não eu. Ah, contar carneirinhos pode ser a solução, mas eu simplesmente não consigo imaginar carneiros pulando cercas, aliás, carneiro pula? Não é cabrito que pula? Ou as ovelhas que a gente tem que imaginar são aquelas de desenho animado? Esqueça as ovelhas. Leite morno, que tal? Não gosto de leite, então pra mim não serve também.
Exercício de respiração. Um professor de Botânica já me ensinou o passo a passo: escuro, silêncio, inspirar fundo, expirar devagar, e se concentrar apenas no ar que entra e sai dos pulmões. Sem condições, quanto mais eu respiro, mais tensa fico porque ainda não consegui dormir. Televisão! Claro, como eu não pensei nisso antes? Uma pena eu não gostar de televisão, e uma pena maior ainda é o meu controle remoto estar quebrado há mais de um ano. Quem vai levantar da cama pra zapear de madrugada? Deixe pra lá.

Um chá de camomila? Maravilha! E o efeito? Nenhum. Voltamos à estaca zero. Ok, são 3 da manhã. Que tal ler? Ah, a essa altura não tem mais como conseguir me concentrar no texto. Que calor é esse? O vento frio que entra pela janela está desviando de mim. Por falar em vento, a essa hora até o ruído do ventilador de teto chama a atenção, e dá um certo nervosismo.

Não tem ninguém no msn. Absolutamente ninguém. Também não dá pra ficar lendo notícias, a atenção foi embora. Na caixa de entrada, 38 e-mails esperam resposta. Você vai responder? Porque eu só responderei amanhã. De mau humor, logicamente. O despertador vai tocar às 7:30. Quanto tempo eu tenho pra dormir? Nem contar eu sei mais.

Será que eu não podia ter pensado nesse monte de coisas durante todas as outras horas que o dia teve? Por que é que todas resolveram aparecer justamente quando eu queria dormir? Ok, já consegui perder uns minutinhos escrevendo. Não que vá sair algo que preste, mas já é bem melhor que ficar na cama esperando a boa vontade dos pensamentos irem embora.

Começo a achar que vai ser difícil o negócio hoje. Cadê aquele Lexotan de emergência? Acabou há tempos. É, dormir tá ficando complicado mesmo.

Opa, um bocejo! Bom sinal, bom sinal. Agora é correr pra cama e tentar conseguir 4 horinhas de sono (o cálculo demorou, mas saiu!!). Quer dizer... correr não, que aumenta a adrenalina. Vou beeeeeem devagar!



3 comentários:

Tio Lillo disse...

eita, pra mim dormir é só encostar no travesseiro e liga o automático, ficar acordado só se eu quiser mesmo, pq durmo em qualquer lugar e o sono chegar, ja dormi encostado na mesa do Sanchopança, eheheh e lotado...

Leila disse...

Me mijando de rir aqui....kkkkkk
Minha mesma situação!!! Bjooo

caró disse...

eu tomo rivotril q eh R$4,00